11 de setembro de 2020

Resenha: Trevor e o Bebê Proibido

Título: Trevor e o Bebê Proibido - Dark Wings #1
Autora: Jéssica Macedo 
Editora: Portal 
Páginas: 265
Adicione no Skoob
SinopseDiana era o motivo de orgulho para os seus pais adotivos. Esforçada, estudiosa, cursava medicina, com um futuro muito promissor, mas um convite para visitar o Inferno vai mudar tudo.
O Inferno era apenas um bar pertencente a um moto clube, ao menos era a imagem que passava a quem não o frequentava. Porém, ele era uma porta para o submundo, um lugar de renegados, como Trevor. Um dos irmãos que lidera o Dark Wings é a própria escuridão, nascido das trevas e para as trevas, que acabará no caminho de Diana, mudando a vida da jovem para sempre.
Uma virgem inocente que foi seduzida pelas trevas...
Uma noite nos braços do mal na sua forma mais sedutora, vai gerar uma criança incomum e temida, além trazer à tona um passado que Diana desconhecia, e pessoas dispostas a tudo para ferir seu bebê.
          
Nota: 5/5 

Olá, pessoal! Estou tão animada com esse livro, eu preciso que alguém me diga que já leu esse livro, como assim eu demorei tanto para lê-lo? Se eu soubesse que era tão bom teria pegado ele pra ler no mesmo segundo. Se você não sabe o porquê estou falando isso, acompanha meu surto com essa resenha 🤩
"- De anjo você não tem nada, Diana.
- Estamos no inferno, me deixa pecar com você."

Diana se esforça muito para estar à altura das expectativas dela e de sua família adotiva. Os pais trabalham muito numa cafeteria para dar o melhor estudo para que Diana possa se formar em Medicina. E sabemos como esse curso é pesado, não é mesmo? Mesmo ela estando de férias, ela se obriga a estudar, o que fica cada vez mais difícil com sua amiga Alexa reclamando o quanto ela é careta. É sua amiga tinha razão, Diana nunca saia, e quando saia, ia para os mesmos lugares chatos e já conhecia de cor todas as coisas e histórias dos lugares, sem contar que nunca tinha aventuras amorosas.

Somando tudo isso, ela resolveu mudar isso, tirar esse empecilho do seu caminho, tanto a caretice de que era constantemente lembrada, como também sua virgindade. Não porque sua amiga a convenceu, mas cansou de se sentir ofendida demais, e sabia que era verdade. Sendo assim, topa ir à um lugar diferente liderado pela Alexa. Sabendo apenas que o lugar era como um Pub. 

Ao chegar no local, Diana se sentiu sufocada e hipnotizada com aquele novo mundo, um lugar tão estranho. Mal teve tempo de pensar, quando foi cercada por vários homens assustadores, mas então um tomou a frente, afastando todos os outros. Aquilo estava muito estranho, mas ficou mais bizarro ainda quando ela imagina estar vendo as pessoas se alimentando unas das outras. Não dando bola pra isso, ela acredita que é algum tipo de brincadeira entre eles. Mas então, o cara que ela escolheu para resolver seus problemas prova que aquilo não era imaginação, muito menos brincadeira. Eles eram vampiros.

Diana não faz ideia no que está se metendo. Dias após ir àquele lugar estranho, ela começa a se sentir mal. Mas aquilo não fazia sentido, ela estaria se transformando? Óbvio que não, coisa pior estava para acontecer. O título do livro e a capa já denuncia o fato dela estar grávida, mas isso é anormal para o mundo dos vampiros, isso vai contra todas as leis da natureza, até mesmo para eles. Existem caçadores que tentam a todo custo matar os vampiros sem nem terem motivos pessoais, assim, Trevor, o cara que mal se envolveu com Diana, coloca todos em alerta para a proteção tato deles, quanto de Diana.  

Gente, não sei nem o que dizer, surtando completamente aqui. O "bar" na verdade é tipo um motoclube de vampiros, e quem não ama uma história de motoclube? Trevor não é muito legal com a Diana, ele não era legal com ninguém, a convivência de muitos séculos com seu irmão de sangue Scorn, não era exatamente muito boa, só dividiram o criador e tirando isso, eles só trocam farpas. Scorn e Trevor comandam o clube e proporciona segurança aos vampiros que escolhem ficar por ali, mas a relação dos dois com qualquer é um é muito fria.

Diana se não bastasse estar grávida, não sabia o que fazer para contar para os pais adotivos que os decepcionaram engravidando antes de terminar a faculdade, e pior, ela nem mais conseguia pensar em faculdade com todos os conflitos que se sucedem em sua vida. Ainda, tem que aturar hormônios bobos que a fazem querer ter o vampiro Trevor só para si.

Se você leu a resenha até aqui, nãos e canse de ler kkkk essa história pode ter qualquer coisa parecida com a história de Crepusculo ou qualquer outra história de vampiro, ou você achar alguma parte comum demais, ou clichê, mas meu amor... precisa ler esse livro antes de achar qualquer coisa. A escrita da autora é muito boa, tipo muito boa mesmo, eu li o livro em muito menos de um dia, e digo pra vocês amiguinhos, foi quase impossível de lagar ao menos um segundo essa leitura. 

Eu gostei da Diana, mesmo eu considerando a maioria das personagens como ela como chatas kkk porque tem um ar de irmã mais velha, mas em fim... Ela tem objetivos, ela não se esconde do mundo ou se faz de vítima, embora há vários momentos que pedem isso e ela chora muito. Mas ela não se esconde sabe? Ela é tipo: não importa as coisas ruins, a vida continua. Já Trevor, ele é bem cabeça, sempre pensa na segurança de todos para manter uma certa paz entre todos. Ele não é muito bondoso, carinhoso ou amável, ele é frio, sério mas isso vai mudando aos poucos. Deve ser também porque nunca teve de se preocupar com uma mulher assim. O livro tem uma fantasia que me deixou satisfeita, embora tenhamos bastante cenas quentes, o foco não se ateve só ao casal. 

E é isso galera, se você não gosta de romance mais erótico, não recomendo esse livro de jeito nenhum. Ele te faz desejar ter um parceiro por perto!

Beijão e até a próxima resenha 🥰

6 comentários:

  1. No começo da resenha eu achei que o Trevor era um demônio (risos). Depois que me dei conta que é um vampiro, confesso que me lembrou crepúsculo (risos novamente). Mas como você disse, é preciso ler o livro antes de tirar conclusões. Achei interessante a premissa da história. Beijocas!

    ResponderExcluir
  2. Oi Melissa.
    Desculpe a demora em aparecer por aqui, mas faz tempo que não mexia no blog. Eu conheço a Jéssica Macedo pessoalmente e cheguei a ler um conto dela, acho que o primeiro que ela lançou e lembro que gostei da história e da escrita. Como amo vampiros, vou deixar sua dica anotada. Ah, sobre a Tag da Fruta: se ainda estiver a fim de fazer te dou a pera.
    Beijokas

    ResponderExcluir
  3. Oi, Melissa! O enredo desta obra parece interessante, embora ela caia na mesmice literária deste gênero. Que bom que a leitura lhe agradou. Abraço!


    https://lucianootacianopensamentosolto.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. Oi Melissa,
    Não conhecia a obra, já me recomendaram os livros da Jessica, mas ainda não tive a oportunidade de ler nenhum. Fico feliz que este te deixou empolgada!
    beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  5. Que interessante!
    Não conhecia a obra, mas pela sua empolgação e pela escrita da autora eu tambem ja me empolguei e quero ler hhehehehe
    eu confesso que achei engrçado o titulo kkkkk
    Beijocas da Pâm
    Blog Interrupted Dreamer

    ResponderExcluir
  6. Amei a resenha. Não conhecia o livro e parece bem interessante.
    Já quero ler pela empolgação
    beijos
    http://www.dearlytay.com.br/

    ResponderExcluir

Olá, que bom que veio!
Deixe seu comentário, e logo retribuirei sua visita 💖