21 de junho de 2020

Resenha: Teardrop - Lágrima

Título: Lágrima - Teardrop #1
Autora: Lauren Kate
Editora: Galera Record
Páginas: 336
Adicione: Skoob
Sinopse: Depois de perder a mãe em um acidente no mar, Eureka acha que nunca mais voltará a sorrir. E a promessa que fez à mãe – a de nunca mais chorar – se torna quase impossível… até conhecer Ander. Louro, alto e de pele muito branca, o rapaz parece estar em todos os lugares e saber coisas que não deveria sobre Eureka. Inclusive um estranho segredo relacionado às suas lágrimas e aos três artefatos que herdou da mãe: uma carta, uma pedra e um misterioso livro que conta a história de uma menina com o coração partido. Ela chorou tanto que deixou debaixo d´água um continente inteiro. Logo Eureka vai descobrir que a antiga lenda é mais que uma história, que Ander pode estar dizendo a verdade e que sua vida pode ter um curso mais sombrio do que ela imaginou.

                    
Nota: 4/5 

Hey honeys, Tudo Ok por ai? 
Eu havia lido uma resenha desse livro recentemente em um blog e resolvi me aventurar nessa leitura. Quem mais curte os livros da Lauren Kate🙋🙋🙋🙋
Infelizmente, a sinopse já é a resenha do livro, mas vamos ignorar isso...
"Você é o tipo de doida que todo cara quer estragar a vida"
Eureka tinha uma vida normal, corria no time da escola, tinha sua mãe que era como uma melhor amiga, tinha amigos e melhores amigos até que um acidente faça com que sua mãe morra. Era para ser sua morte também, ela não sabe, mas deseja isso. Até mesmo já tentou suicídio após a perda da mãe. O que ela não sabe é que nasceu predestinada para desencadear uma lenda mitológica. E não adianta fugir do destino ao qual foi destinado, os acontecimentos sempre levam ao lugar exato para estar.

Eureka enfrenta muita angústia e tristeza, não só por causa da morte da mãe, mas por ter que conviver com a família. Seu pai só sabe tentar ajudá-la - e não do jeito certo - e deixar que todos façam o melhor pra ela, na verdade o pai é um covarde por deixar Eukera nas mãos de outras pessoas porque não sabe lidar com ela, mandando a menina de psicólogo a psicólogo. Ela odeia a madrasta, eu também odiei, não que ela fosse tão ruim, mas só serve para piorar a vida de Eureka. Mas para compensar um pouco, ela tem dois irmãozinhos adoráveis e mesmo não sendo totalmente irmãos dela, ela os ama profundamente, como se fossem seus filhos. No colégio tem que aturar uma garota chata que sempre está irritada por ter que dividir a amizade de Brooks  com ela; mas Brooks é seu melhor amigo... 
"- A última coisa que esperamos que os outros façam é a última coisa que fazem antes de descobrirmos que já não podemos confiar neles."
Somando uma vida cada vez mais ruim, Reka se torna depressiva, e não consegue se abrir para ninguém. Ou ela achava isso, até se esbarrar com Ander um garoto lindo que a conhece mais do que ela mesma. E por conhecê-la tão bem, ela nem precisava abrir a boca porque ele sabia o que fazer, o que falar ou quando se afastar. Acredito que a dor dela iria amenizar se ela chorasse. Mas ela não pode. Sua mãe a ensinou a nunca chorar, então ela tem que ser forte todos os dias e controlar os sentimentos. 

A história começa a ficar meio doida quando ela recebe a herança da sua mãe, ela não recebe dinheiro, e sim um colar que ela sempre usava, uma pedra estranha e um livro escrito em uma língua na qual ninguém próximo dela conhece. Com uma ajudinha de sua amiga, elas encontram uma vidente que é capaz de traduzir o livro, a partir dai ela começa a ficar em perigo. 
"O amor era uma pista de dança, onde todos que você perdia deixavam uma marca."
Ander fica atrás dela, tentando fazer com que Eureka entenda que está correndo perigo, mas isso só faz com que ela se afaste mais dele. O livro que herdou de sua mãe, conta a história de um trio amoroso e Reka começa a viver um com Brooks e Ander, e quanto mais perto ela chega de descobrir a verdade, mais perigo ela corre. Acontece tantas coisas que Eureka não sabe se vai conseguir ficar sem chorar. E nós no decorrer do livro já temos uma ideia do que pode acontecer se ela o fizer.

Essa é uma história boa, o que eu poderia colocar de defeito é a escrita lenta demais, ou descritiva demais que acredito que a maioria das pessoas que já leram os livros da Lauren já tenham notado. Mas tirando isso, eu esperava mais, esperava que Ander entrasse mais na história, esperava um pouquinho mais da melhor amiga, e que garota lenta a Eureka, pra perceber as coisas. Mas é claro, o livro num geral é bom e espero muito ler a continuação, o plot no final me fez querer pegar a continuação na hora.
"- Você precisa sobreviver porque eu não conseguiria viver em um mundo sem você."
Vocês já leram? Vamos falar um pouco mais aqui em baixo se você já leu 😊


7 comentários:

  1. Olá,
    Eu tenho Fallen por aqui,todo ano separo ele pra leitura, mas nunca rola.
    Eu fiquei curiosa com esse, em relação essa conexão com a água mais o mistério do livro herdado. Acho que seriam pontos que me prenderiam.

    até mais,
    Canto Cultzíneo

    ResponderExcluir
  2. Oi Melissa,

    Quando eu li esse livro na época eu gostei da história. Mas analisando vários anos depois de ler diversos livros gênero, eu vejo o quanto a história poderia ter sido melhor trabalhada.
    Mas mesmo assim no geral foi uma boa leitura para mim.

    Bjs e uma ótima noite!
    Diário dos Livros
    Conheça o Instagram

    ResponderExcluir
  3. Eu nunca havia visto o livro, nem conheço a autora, mas acho que leria o livro por curiosidade. Mas é muito chato quando o livro tem uma escrita lenta demais e muito descritiva, isso desacelera bastante meu ritmo de leitura.

    Abraço

    Imersão Literária

    ResponderExcluir
  4. Oi, Melissa! Eu nunca li nenhum livro de essa autora, mas tenho vontade de ler algum. O fato de a escrita ser lenta e descritiva demais para mim não é um problema, pois eu até gosto, dependendo da elaboração e o gênero do livro não vejo nenhum tipo de defeito para mim. Amei sua resenha, parabéns. Abraço!



    https://lucianootacianopensamentosolto.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  5. Olá...
    Gostei de acompanhar suas impressões a respeito da leitura, porém, não é uma leitura que me desperta o interesse, pois, não curto muito o gênero a qual ela se encaixa... Sendo assim, prefiro passar a dica.
    Bjo

    http://coisasdediane.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  6. Oie, tudo bem?
    Ainda não conhecia, valeu pela dica!
    Blog Entrelinhas

    ResponderExcluir
  7. Oi, Melissa!
    Achei a premissa bem interessante! Apesar da escrita da autora ser um pouco lenta, acho que a história é intrigante o suficiente para que eu embarque na leitura haha :D
    Já vai entrar pra listinha de futuras leituras!

    Estante Bibliográfica

    ResponderExcluir

Olá, que bom que veio!
Deixe seu comentário, e logo retribuirei sua visita 💖