13 de fevereiro de 2020

Resenha: Mentes Brilhantes, Mentes Treinadas

Título: Mentes Brilhantes, Mentes Treinadas 
Editora: Academia de Inteligência
Autor: Augusto Cury
Páginas: 80
Resenhista: Mel
Adicione: Skoob
Sinopse: Todos nós queremos uma mente saudável, regada ao prazer, livre, segura, resiliente, criativa, mas frequentemente deixamos nossa mente irresponsavelmente solta, sem gerenciamento e proteção. Mentes tímidas, agitadas, ansiosas, imaturas, pessimistas, amedrontadas, flutuantes, depressivas são consequência dessa falta de gestão e proteção.

Mentes brilhantes, Mentes treinadas aborda esses assuntos a partir da Teoria da Inteligência Multifocal, que o autor vem desenvolvendo ao longo de mais de 25 anos.

Nota: 5/5



 “A mente humana tem habilidades incríveis. Que você aprenda a caminhar dentro de si e explorá-las. E se caminhar não tenha medo de se perder. E se perder-se não tenha medo de mudar rotas. E se mudar, repense sua vida, mas não desista. Dê sempre uma nova chance para si mesmo.”

Não é atoa a fama de todos conhecerem o autor, mesmo que alguém não o leu, isso é um fato. E acredito que esse foi o melhor livro que li do autor. Confesso que não esperava tanto por já ter lido outros livros dele, mas minha amiga me indicou tão feliz (pra ela, esse é favorito do autor) e com razão, que tive que ler imediatamente. E Leitores, esse livro é maravilhoso!

“Muitos vivem em sociedades livres, mas são escravos das suas emoções”

Augusto Cury mexe com a cabeça do ser humano, e retira as vendas dos olhos de muita gente com palavras simples e verdadeiras. O livro é recheado de textos como se estivéssemos tendo uma conversa com o próprio autor. Ele dá ênfase para o ser humano não ser acomodado com os próprios atos. Mostra que tem sim como treinar a mente para ser uma pessoa melhor e usá-la em momentos úteis e muitas vezes, há como evitar sofrer tanto com suas emoções.

“Quem enterra seus sonhos, ainda que não perceba, será um especialista em sepultar os sonhos dos outros.”

Durante todo o livro o Amor é o tema mais presente, passando até mesmo por uma breve citação de Jesus e das atrocidades de Hitler. Ele difere, o amor em seus vários aspectos e diz o que é realmente amor, para fazer com que vejamos a diferença para com a paixão e também para perceber que em diversos dias, nossos atos são ruins. Devemos mudar para melhor, guardar a energia de pensar para as coisas realmente importantes. Princípios ensinados na infância já não são mais praticados, como por exemplo a empatia, Cury mostra que é necessário praticamos o bem.

“A presença do amor nos torna seres humanos; a sua ausência nos animaliza, torna-nos monstros.”

O livro dos traz à memória fundamentos essências para o ser humano. E fica a mensagem de que temos que viver, viver com certa inteligência, e que cometer erros faz parte, mas devemos dar o melhor de nós para os outros. Porque, afinal, somos todos iguais, os seres humanos são iguais, ninguém tem que ser melhor que ninguém, mas sim cooperar para viver em harmonia com todos. 

“Dominamos tecnologia para viajar para os planetas, mas não tecnologia para conquistar os espaços onde nascem a timidez, florescem a ansiedade, cultivam-se o medo e o sentimento de culpa.”

Vocês já leram esse livro? Me contem aqui quais livros do autor que vocês já leram.

11 comentários:

  1. Infelizmente Augusto Cury não faz minha praia :( já tentei ler um livro dele, mas não foi pra frente
    Beijos
    Balaio de Babados
    Participe do sorteio Rumo aos 4K no instagram

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vish, que ruim Luiza.
      Mas esse livro é muito bom, te garanto :D

      Excluir
  2. Eu só li apenas um livro do Augusto Cury, que é Vendedor de Sonhos, mas eu confesso que na época eu não me apaixonei pela escrita dele, apesar de ter admirado muitas frases usadas pelo autor
    No entanto, acho interessante como nesse livro ele traz mensagens importantes e de amor <3
    Beijocas da Pâm
    Blog Interrupted Dreamer

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hum, esse livro eu quase li haha também é um livro bem famoso dele.
      Bom, acho que vale a pena ler esse livro que resenhei, a gente lê numa sentada e ainda aprende a ser uma pessoa melhor e tem várias frases legais no livro

      Excluir
  3. Olá, Melissa.
    Eu nunca tive interesse em ler os livros do autor, mesmo ele sendo muito bem vendido. Não gosto de ler não-ficção, por isso dificilmente um dia lerei.

    Prefácio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. AAh boom, entendo, ficção é bem melhor ler mesmo, mas foi um livro que eu gostei muito ^-^
      Jardim de Palavras

      Excluir
  4. Amei sua resenha, ainda não conhecia o trabalho desse autor, mas fiquei com vontade de conhecer essa obra! ❤

    https://www.kailagarcia.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah qeu bom ^-^ esse livro é bem curtinho eu recomendo ^-^

      Excluir
  5. Eu nunca li nada do Cury e confesso que até tinha perdido a vontade, até ler a sua resenha. Adorei conhecer esse livro! Os Delírios Literários de Lex

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa kkkk
      Calma, tem livros bons dele também, é que a maioria parece ser para quem ta na faculdade né? Não é algo tão prazeroso de ler, mas gostei de verdade desse livro ^-^

      Excluir
  6. Alguém sabe me dizer se o livro Gestão da Emoção de Augusto Cury é bom?

    ResponderExcluir

Olá, que bom que veio!
Deixe seu comentário, e logo retribuirei sua visita 💖